[MS Project 2013] Copiando configurações entre arquivos

Breve panorama sobre os Métodos Ágeis – XP, Scrum e o Manifesto

O conceito de agilidade está intimamente ligado à pratica de entrega rápida de valor ao cliente. Dessa forma, as metodologias ágeis possuem um enfoque voltado à colaboração com o cliente do que propriamente com a negociação rígida de contratos. Para tornar isso possível, a visão passa a ser a de priorização de ter software executável (produto construído) em detrimento à uma documentação abrangente. Ainda nesse cenário, os agilistas afirmam que devemos dar mais atenção aos indivíduos e suas interações do que aos processos e ferramentas que envolvem a construção do produto. Afirmam ainda que devemos reagir rapidamente às mudanças que se fizerem necessárias do que seguir um plano do início ao fim. Esses são os princípios do Manifesto Ágil, lançado em 2004 pela Aliança Ágil.

Aliados a esses princípios, existem algumas técnicas que são frequentemente utilizadas buscando favorecer a rápida entrega de valor ao cliente, a saber: programação em pares, refatoração, metáforas e integração contínua, no caso da Extreme Programming. Já o Scrum promove eventos, como as reuniões diárias e a reunião de retrospectiva, que aumentam significativamente a interação e comunicação entre os stakeholders do projeto. Existem ainda outros benefícios: pequenas iterações, equipes auto gerenciáveis e disseminação de princípios como compromisso, responsabilidade e respeito.

Contudo, como diria o dito popular, “nem tudo são flores”. Alguns pontos fracos necessitam ser pensados e trabalhados de maneira a maximizar os ganhos com o uso dessas metodologias. Elas carecem de uma análise de riscos, sem torná-las pesadas. Outro desafio é aprender a utilizar essas metodologias ágeis em grandes empresas e equipes, visto que usualmente são baseadas em equipes pequenas.

Caso deseje aprender mais sobre Métodos Ágeis, recomendo o novo curso recentemente lançado pela Projectlab. Você irá aprender novas técnicas e abordagens em um ambiente lúdico que estimula a absorção do conhecimento. Confira!

 

Este post trata-se de um artigo patrocinado (publieditorial).

 

2º Congresso Nacional de Gerenciamento de Projetos do PMI-SE

Face - Palestras full clean

O objetivo deste projeto é realizar o 2º Congresso Nacional de Gerenciamento de Projetos do PMI Sergipe para proporcionar uma troca de experiências e uma disseminação de conhecimento através de palestras, minicursos e apresentação de casos reais em diversas áreas de conhecimento do Gerenciamento de Projetos.

  • Até 16 PDUs

OBS: Os minicursos são vendidos separadamente. A aquisição da cota PALESTRAS dará direito a assistir todas as palestras do evento. A aquisição da cota referente ao minicurso dará direito a assistir SOMENTE o minicurso adquirido. VAGAS LIMITADAS.

Inscreva-se aqui! 

Investimento:
Minicursos
 Minicurso – PM4Plane – Scrum + PMBOK no Gerenciamento de Projetos – Fábio Cruz:

Será apresentada uma proposta inédita de união entre o ágil e o Guia PMBOK 5a edição, visando demonstrar como ter times altamente ágeis sem abandonar o PMBOK e ao mesmo tempo como manter o controle eficiente sem perder a agilidade. Esta abordagem é apoiada em um caso real de aplicação em um grande projeto global.

Minicurso – Gerenciamento de Tempo em Projetos com MS Project 2013 (PMBOK 5ªed.) – Daniel Ettinger:

Conteúdo Programático:

- Gerenciamento do Tempo em Projetos com o PMBOK (5ª Ed.)
– Dicas para um bom Cronograma

PLANEJAMENTO
– Calendários
– Atividades
– Determinando o Caminho Crítico

CONTROLE
– Linhas de Base
– Acompanhando o progresso das tarefas
– Linhas de Andamento
– Movendo o Projeto para uma nova data.

AGENDA DO EVENTO:

O Planejamento e sua Importância nas Organizações

Trabalhando em projetos, provavelmente já deve ter ouvido a seguinte frase: “Planejar para quê? É perda de tempo e dinheiro!” Essa, infelizmente, ainda é a visão de muitos administradores de empresas. Não sabem eles que o planejamento é essencial para a eficácia de uma boa administração, pautada numa visão progressista. Mas qual é o significado da palavra “planejamento”? Segundo o dicionário Aurélio, “é o trabalho de preparação para a tomada de decisão, segundo roteiros e métodos determinados”. Sendo assim, ele irá auxiliar na escolha de ações a serem tomadas para atingir os objetivos propostos.

O planejamento é como a opinião do ser humano, pode e deve mudar no momento em que percebermos que aquela forma de pensar não está adequada com a realidade que vivemos. Não é preciso seguir um plano do início ao fim de um projeto. Ele provavelmente irá sofrer mutações durante sua execução para se adaptar às incertezas inerentes a qualquer projeto. O importante é fazê-lo caminhar junto com a realidade dos fatos.

Anualmente, milhares de empresas fecham suas portas no Brasil, sendo que um dos principais motivos é a ausência de um bom planejamento que guie suas ações em busca dos objetivos que foram propostos. Só é possível fazer uma empresa progredir traçando um plano que auxilie na tomada de decisões e otimize os recursos.

Este post trata-se de um artigo patrocinado (publieditorial).

Exportando dados para Excel com Project VBA

Ambientes organizacionais estão, cada vez mais, exigindo eficiência, eficácia e agilidade na realização de suas tarefas operacionais. Como sabemos, projeto é um conjunto de atividades temporárias, realizado por pessoas com o objetivo de produzir um produto, serviço ou resultado exclusivo. Porém, diariamente, lidamos em projetos com atividades temporárias que podem ser do tipo operacionais e destinadas, por exemplo, a reporte de resultados para a alta administração da organização. Essas tarefas podem ser adicionadas no cronograma do projeto como do tipo recorrente, pois ocorre com uma determinada frequência. Leia o resto deste post

A Alemanha e seus ensinamentos estratégicos

alemanha-ensinamentos- brasil-ettinger-projectlabMuitos ficaram perplexos diante da vexatória goleada alemã sobre nossa seleção canarinho. Outros tantos buscam explicações para tentar justificar o ocorrido. As razões são lógicas e diversas.

Muitos jogadores que participaram dessas duas dolorosas derrotas, estavam presentes na semifinal de 2014 contra o Brasil: Klose, Schweinsteiger, Lahm, Mertesacker e Podolski. Mas é na adversidade que se constroem grandes campeões! Esses e outros amadureceram, analisaram as lições aprendidas, riscos e recursos humanos. Além disso, a Alemanha estudou detalhadamente o time do Brasil por meio de uma enorme base de dados compilada, nos últimos dois anos, por 50 estudantes da universidade de esportes de Colônia. A partir desse estudo foi montado o plano de jogo, no qual o Brasil se tornou presa fácil. Percebeu as fortes relações entre a trajetória alemã e a cronologia de um projeto?

Tanto o Brasil quanto a Alemanha tinham projetos para serem campeões da Copa 2014. Porém, a Alemanha mostrou que se planejou e executou melhor seu projeto, além de possuir melhores recursos humanos. Buscar conhecimento e manter o foco, é uma grande receita para o sucesso. Quer conhecer a melhor jogada para suas conquistas? Participe do Cubo do Conhecimento: uma plataforma de eventos sobre Gerenciamento de Projetos que ocorrem frequentemente no Rio de Janeiro e São Paulo. Essa plataforma tem por objetivo ampliar, ainda mais, o desenvolvimento profissional de Gerenciamento de Projetos e TI, buscando atualizar e divulgar o conhecimento, através de palestras, workshops e webinars (que em alguns casos, podem gerar PDUs).

 

Confira a programação mensal:

Julho:

Novidades para Agosto:

  • Palestra: O exercício do planejamento e sua essencial contribuição para atingir os objetivos dos projetos – RJ
  • Palestra: Gerência de Riscos em Projetos de Tecnologia da Informação – RJ
  • Palestra: Gestão de Mudanças – O Fator Humano na Liderança e Projetos – SP.

Confira aqui a programação completa do Cubo do Conhecimento.

Apostando na atmosfera gerada pela Copa do Mundo, a Projectlab oferece ainda a promoção “Apostamos em você na Copa”, a qual dá direito a um cupom de R$200,00 de desconto para quem se inscrever nos cursos da Projectlab e IT Institute. Confira as condições e aproveite!

Apostamos em você na CopaEste post trata-se de um artigo patrocinado (publieditorial).

[MS Project 2013] Personalizando campos – Parte 2

4º Jantar Palestra do PMI® Sergipe

 

Inscrições aqui!

Obs.: O participante que não receber o email de confirmação deverá levar o o comprovante de pagamento no dia da evento

Mini-currículo

Juliano Reis, Representante Latino Americano do PMI®

Juliano Reis é Representante Latino Americano do PMI® – Project Management Institute Inc.(PMI®) para o Brasil. Neste cargo, Juliano tem como principal responsabilidade suportar a Comunidade Brasileira de Gerenciamento de Projeto.Apaixonado por assuntos relacionados ao Gerenciamento de Projetos, Juliano atuou de 2003 a 2009 como voluntário no PMI Rio Grande do Sul (2006 a 2009 na Direção do Capítulo), bem como membro da equipe de revisão do PMI OPM3. Fez parte do grupo de trabalho da 2ª Edição do Padrão de Gerenciamento de Programas do PMI, além de submeter artigos para Congressos Globais do PMI.Juliano é familiarizado com a Comunidade do PMI no Brasil e é Gerente de Projetos profissional.  Nos últimos anos ele tem dedicado parte do seu tempo ensinando Gerenciamento de Projetos em Universidades como PUC-RS, UNISINOS, FGV e SENAC, e na comunidade local.Juliano possui formação como Bacharel em Ciência da Computação pela PUC-RS e MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), além das certificações PMP, ITILF e Scrum Master. Durante 5 anos atuou como Gerente de Projetos da Dell Inc., onde foi responsável por gerenciar projetos de desenvolvimento de software com times distribuídos no Brasil, EUA, Europa, Índia e Ásia- Pacífico.

Luciano Passos, Presidente do PMI® Sergipe 

Graduado em Ciência da Computação, Pós-graduado em Administração de Sistemas de Informação e MBA em Gerência de Projetos. Certificado PMP, ITIL v3, COBIT 4.1 e MCTS MS-Project 2010. Ministra diversos cursos na área de análise de sistemas, gestão de projetos, modelagem de processos e governança de TI. Atuou como gerente de projetos, analista de sistemas e programador no Estado da Bahia, exerceu dentre outras atividades a função de Coordenador da Fábrica de Software e Grupo de processos do BANESE (Banco do Estado de Sergipe) durante 4 anos e meio. Trabalhou como Consultor na Implantação do Escritório de Projetos de Engenharia da UN-SEAL na Petrobras durante 2 anos e meio. Atuou como Coordenador de Projetos no BANESE durante 2 anos. Ministrou aulas de Engenharia de Software, Gerência de Projetos e Modelagem de Processos durante 5 anos e meio em cursos de graduação da FANESE (Faculdade de Negócios de Sergipe). Exerceu a função de Diretor de Eventos do PMI-SE durante 1 ano. Atualmente atua como Gerente da Área de Projetos do BANESE, como Professor e Coordenador de cursos de Pós-graduação da FANESE, Diretor Educacional da ADAPTATIVA e trabalha voluntariamente como Presidente do PMI-SE.

Patrocínio

 

Resultado da Enquete – Qual é a melhor ferramenta para criar a EAP do projeto?

Resultado - Qual é a melhor ferramenta para criar a EAP do Projeto

Análise

A pesquisa em questão foi criada com o objetivo de levantar qual é a ferramenta preferida dentre os gerentes de projetos para a construção da Estrutura Analítica do Projeto. Após o fechamento da enquete, foi possível constatar que a WBS Chart Pro, ferramenta utilizada exclusivamente para a criação da EAP, figura como a preferida pelos usuários com um percentual de 70%, totalizando 82 votos. Sua licença individual custa $199. Em segundo lugar, aparece a XMind com 12 votos e um total de 10%. Ela possui uma versão gratuita, porém com menos recursos. A versão mais completa está disponível por $99. Outras ferramentas que não foram listadas tiveram um total de 9 votos, representando 8% do total. Logo em seguida se destaca, dentre as favoritas dos usuários, a ferramenta de código aberto OpenProj. Ela representa 7 votos, totalizando 6% da preferência. Em seguida, aparece a WBS Tool (software web gratuito e exclusivo para criação da EAP) com 5 votos (4%). Por fim e em último lugar, figura a MindView – uma ferramenta profissional para construção de mapas mentais, estruturas analíticas, dentre outros. Com preço inicial a partir de $249, ela obteve um total de 2 votos (2%). 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Desenvolvimento das Competências Pessoais: um diferencial competitivo

As competências pessoais são habilidades inerentes ao indivíduo e que refletem diretamente em suas relações sociais. Tais competências estão relacionadas às origens e desenvolvimento infantil do ser humano, ou seja, à sua formação psicossocial. Essa formação será responsável por direcionar os relacionamentos futuros do indivíduo, onde o caráter e a personalidade construídos irão dizer como e com quem ele irá se comunicar.

Um dos maiores problemas enfrentados no gerenciamento de projetos, seja ele de qualquer porte, é justamente a comunicação. Nesse sentido, é importante que o gerente de projetos desenvolva suas competências pessoais afim de se tornar uma figura equilibrada e agregadora, pois problemas de relacionamento certamente irão surgir no decorrer do projeto. É interessante que o GP aprimore sua comunicação, invista em capacitação para melhorar a negociação de contratos, a negociação de conflitos e em formação de times de alta performance. Isso provavelmente irá transformá-lo em uma figura diferente das demais no mercado de trabalho, pois a grande maioria investe no conhecimento de ferramentas e técnicas de gerenciamento de projetos e esquecem de desenvolver suas habilidades interpessoais.

Sente alguma dificuldade em se relacionar com outros colegas em seu ambiente de trabalho? Está disposto a melhorar os relacionamentos interpessoais entre os membros do projeto? Necessita formar times que possuam alto desempenho e sejam auto gerenciáveis? Então recomendo ir em busca de cursos que lhe possibilite o desenvolvimento de competências pessoais. Entre nesse projeto com a Projectlab, um dos melhores centros de treinamento em gerenciamento de projetos do país, cursos presenciais no Rio de Janeiro e São Paulo. Oferecem em sua Loja Online, cursos online de altíssima qualidade em formato de elearning da  RMC Project Management, empresa da renomada Rita Mulcahy. Estude de onde e como quiser, você faz o seu horário!


Este post trata-se de um artigo patrocinado (publieditorial).
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 285 outros seguidores