O PMO e suas funções

Muitos se fala sobre o Project Management Office (PMO), mas será que todos temos a mesma visão? Afinal, o que é exatamente um PMO? Quais suas funções e quais pessoas devem trabalhar nesse departamento? Esses são exemplos de alguns questionamentos que geralmente norteiam o ambiente de trabalho de uma organização.  A fim de elucidar tais dúvidas vamos agora conhecer um pouco mais sobre essa estrutura que é fundamental para alcançar os objetivos estratégicos de qualquer organização.

Segundo o PMBOK (2008) “um escritório de projetos (Project Management Office, PMO) é um corpo ou entidade organizacional à qual são atribuídas várias responsabilidades relacionadas ao gerenciamento centralizado e coordenado dos projetos sob seu domínio”. Em outras palavras, trata-se de um departamento dentro da organização responsável por gerenciar o portifólio de projetos da empresa, a fim de alcançar os objetivos estratégicos traçados, racionando recursos e orientando os gerentes de projetos. O quadro abaixo, descreve as diversas funções que um PMO pode possuir. Evidentemente, essas funções dependerão das necessidades da organização à qual ele dá suporte.

Fonte: André Barcaui, MSc, PMP

É válido ressaltar que o principal foco do PMO é a supervisão! Acompanhar e orientar os gerentes de projetos para que possam utilizar da melhor maneira possível os recursos disponíveis na organização com o objetivo de aumentar o ROI dos projetos. Como os projetos nada mais são do que a materialização dos objetivos estratégicos da organização uma boa condução dos projetos caminhará de mãos dadas com a estratégia de mercado da empresa. Essa é uma das razões do PMO servir como um elo de ligação entre os diretores executivos e os gerentes de projetos.

Os benefícios advindos da sua implementação podem ser sentidos por diversas esferas da organização, como demonstrado na figura abaixo.

Fonte: André Barcaui, MSc, PMP

Por fim é interessante salientar que os gerentes de projetos e o PMO buscam objetivos diferentes, sendo assim, orientado por requisitos diferentes. Dentre as principais diferenças podemos destacar:

  1. Foco: os GPs concentram-se nos objetivos especificados nos projetos, enquanto que, o PMO direciona seus esforços no sentido de prover práticas que promovam alcançar os objetivos estratégicos traçados pela organização;
  2. Recursos: o gerente de projetos controla os recursos alocados ao projeto. Por outro lado, o PMO otimiza o uso dos recursos organizacionais compartilhados entre todos os projetos; e
  3. Gerenciamento: o gerente de projetos gerencia as restrições de projetos individuais como (escopo, cronograma, custo e qualidade), enquanto que, o PMO gerencia padrões, metodologias, analisa riscos/oportunidades globais e as interdependências entre os projetos no nível empresarial.
No próximo post falarei sobre os diversos níveis de maturidade e tipos existentes de um PMO. Até lá!
Anúncios

Publicado em 27/07/2011, em Gerenciamento de Projetos e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. Alan Machado

    Mas justifica essa implantação em micro e pequenas empresas?

    Acredito que na prática, as empresas terminam incluindo o PMO para algum gerente de projeto, e não criando exatamente um departamento somente para isso…

    Ou estou errado?

    • Caro Alan, como informei no post um PMO tem que atender às necessidades estratégicas da organização. Evidentemente que se os projetos em micro e pequenas empresas não conseguem ser bem gerenciados,logo há a necessidade de criação de um PMO que consiga equacionar custos, recursos, qualidade, escopo, etc. Conhece empresas de Sergipe que, apesar de não serem muito grandes, já possuem um PMO implantado orientando novos gerentes em sua formação e aprimoramento profissional. Tudo depende do ambiente organizacional e das necessidades de negócio.

  2. denilson Carlos

    Amigo estou fazendo um trabalho para a pos e estamos montando uma empresa de fabricação de biscoitos com ou sem glúten, para atender varios consumidores.

    De que maneira o PMO pode contribuir para o atendimento do objetivo estratégico?

    obrigado

    • Prezado Denilson, o PMO pode ajudar a organização na execução de seu plano estratégico através da priorização e seleção de projetos, disseminação de padrões de gerenciamento de projetos, fornecendo treinamentos em gerenciamento de projetos, controle da qualidade, estimulando boas práticas em GP, distribuindo recursos humanos, etc. Os projetos nada mais são do que a materialização do plano estratégico. Portanto, projetos alinhados com a estratégia e entregues com sucesso ajudam a alcançar as metas traçadas.

  3. Desculpe, mas a fonte não seria : Andre Barcaui (nao Barcaul) ele foi meu professor, e é Fantastico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s