Novidades da 5ª edição do PMBOK

O PMBOK®, reconhecido mundialmente como um dos mais importantes guias de conhecimentos e boas práticas em processos para o gerenciamento de projetos, lançou recentemente o draft de sua 5ª edição. O draft do PMBOK® nada mais é do que um rascunho ou esboço lançado a cada 4 anos com o objetivo de receber comentários, como críticas ou recomendações, dos membros filiados do PMI® (Project Management Institute), visando alterações antes da versão final. O lançamento oficial, previsto para Dezembro de 2012 deverá conter alterações importantes que só serão refletidas nos exames PMP® e CAPM® em meados de 2013.

Desde o lançamento do draft da 5ª edição, estão ocorrendo diversos debates entre profissionais da área nas redes sociais, e as opiniões têm sido bastante diversas. Alguns relatam estarem decepcionados devido ao baixo número de alterações realizadas. Outros garantem estar satisfeitos, pois acreditam que  “a nova versão do Guia PMBOK® vem com uma nova organização em sua estrutura que explicita e melhora o entendimento de processos de gerenciamento cruciais para aumentar a taxa de sucesso nos projetos empreendidos” [1].

Vou procurar abaixo fazer um resumo das principais mudanças. Lembrando que alguns itens podem sofrer alterações até o lançamento oficial devido à críticas ou sugestões recebidas.

O que há de novo?

Destaco aqui a grande mudança trazida nessa nova versão, a inclusão de uma nova área de conhecimento: o Gerenciamento das Partes Interessadas. Assim, o PMBOK® passa agora a ser composto por 10 áreas de conhecimento. Os quatro processos dessa nova área são: Identificar as Partes Interessadas, Desenvolver o Plano de Gerenciamento das Partes Interessadas, Gerenciar o Envolvimento das Partes Interessadas e Monitorar e Controlar o Envolvimento das Partes Interessadas. O primeiro e último foram movidos da área de Gerenciamento das Comunicações. Isso denota uma maior preocupações dos revisores com a comunicação nos projetos, fator fundamental para o sucesso ou fracasso dos mesmos.

Com a saída dos processos relacionados ao Gerenciamento das Partes Interessadas, a área Gerenciamento das Comunicações foi reformulada e o foco está mais no processo de comunicação do que no resultado desejado da mensagem.

Outra preocupação da equipe foi garantir um maior alinhamento com a norma ISO 21500, atualmente em desenvolvimento. Essa norma deve fornecer orientação genérica, explicando as principais práticas e princípios do gerenciamento de projetos. Dessa forma todo o capítulo 3 (Processos de Gerenciamento de Projetos em um Projeto) foi reposicionado como um apêndice do guia.

A 5ª edição traz ainda a criação de mais três novos processos: Planejar o Gerenciamento do Escopo, Planejar o Gerenciamento do Tempo e Planejar o Gerenciamento dos Custos. Assim, o PMBOK® passa a ter 47 processos ao invés de 42 como na versão anterior. Nota-se uma preocupação com a necessidade e importância do desenvolvimento destes planos de gerenciamento para obter um melhor planejamento do trabalho a ser executado.

Como ainda não foi lançada a versão oficial do Guia PMBOK 5a edição, o qual encontra-se em revisão, pode ainda haver alguma alteração. Além disso, a tradução dos novos processos também não é oficial, visto que o draft foi lançado apenas em inglês.

Figura 2 – Fluxo de processos de acordo com o Guia PMBOK 5ª edição. Fonte: [3].

Figura 3 – Processos do Guia PMBOK 5ª edição divididos por grupos de processos e áreas do conhecimento. Fonte: [3]

Resumindo…

Os 5 novos processos são:

  • 5.1 Planejar Gerenciamento do Escopo
  • 6.1 Planejar Gerenciamento do Tempo
  • 7.1 Planejar Gerenciamento do Custo
  • 13.1 Planejar Gerenciamento das Partes Interessadas
  • 13.4 Monitorar Envolvimento (ou engajamento) das Partes Interessadas

Os dois processos que mudaram de área são (de Gerenciamento da Comunicação para Gerenciamento das Partes Interessadas):

  • 10.1 Identificar as Partes Interessadas
  • 10.3 Gerenciar Expectativas das Partes Interessadas

Os processos que mudaram de nome são:

Figura 4 – Nova nomenclatura de processos. Fonte: [2].

Notas

  • Houve um maior cuidado com as regras de consistência por parte da equipe de revisão, como a de que cada saída de um processo deve ser mapeada como entrada para outro processo, a menos que esteja finalizada.
  • Vale frisar que ainda não foi observada uma preocupação com a  incorporação das emergentes práticas “ágeis” de gerenciamento de projetos. Apesar de serem endereçadas algumas metodologias adaptativas com conceitos ágeis como no processo Desenvolver o Cronograma, o foco continua sendo as práticas tradicionais.

Referências:

[1] PIZE, Adilson. O que vem por aí no Guia PMBOK® 5ª edição. Blog Revista Mundo PM. 2012. Disponível em <http://blog.mundopm.com.br/2012/06/04/o-que-vem-por-ai-no-guia-pmbok%C2%AE-5%C2%AA-edicao/>.

[2] SOTILLE, Mauro. Novidades do Guia PMBOK® 5ª Edição Exposure Draft. PM Tech Blog. 2012. Disponível em <http://blog.pmtech.com.br/2012/03/novidades-pmbok-5a-edicao-draft>.

[3] HERNRIQUE, Carlos. Novidades do Guia PMBOK® 5ª Edição (Exposure Draft). Blog Gerente de Projeto. 2012. Disponível em <http://gerentedeprojeto.net.br/?p=2224>.

Anúncios

Sobre danielettinger

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Pós-Graduado em Gestão de Projetos de Software pela Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe (FANESE). É certificado CAPM® pelo PMI, ITIL® v3 Foundation pelo EXIN e COBIT® 5 Foundation pela APMG. Possui experiência de 5 anos nas áreas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do setor público e privado. Atualmente trabalha no Banco do Estado de Sergipe (BANESE), onde já desenvolveu atividades de análise de processos e gerenciamento de projetos no Escritório de Gerenciamento de Demandas e Projetos e Grupo de Processos, pertencentes à Área de Governança de TI. Dentre elas, destacam-se a gestão do projeto de implantação do PMO de TI e suporte no gerenciamento de projetos de TI. Nos dias de hoje, atua como gerente de projetos do PMO Corporativo do BANESE. Ministra aulas de Sistema de Gerenciamento de Projetos em cursos de MBA da FANESE. Participou como voluntário em eventos do PMI ministrando curso de Gestão do Tempo em Projetos. É proprietário e articulista do site “Gestão de Projetos Ágeis” www.danielettinger.com, onde divulga trabalhos pessoais na área de Gerenciamento de Projetos e Metodologias Ágeis como artigos, vídeo-aulas, pesquisas, eventos, templates, tutoriais e dicas fomentando o interesse e o desenvolvimento dessas áreas.

Publicado em 07/10/2012, em Gerenciamento de Projetos, Livros e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Viu que no site http://www.iheadgo.com tem um simulado com bastantes questões do PMBOK 5ª Edição ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s