Publicado em Cursos, Gerenciamento de Projetos, Publieditorial

A Alemanha e seus ensinamentos estratégicos

alemanha-ensinamentos- brasil-ettinger-projectlabMuitos ficaram perplexos diante da vexatória goleada alemã sobre nossa seleção canarinho. Outros tantos buscam explicações para tentar justificar o ocorrido. As razões são lógicas e diversas.

Muitos jogadores que participaram dessas duas dolorosas derrotas, estavam presentes na semifinal de 2014 contra o Brasil: Klose, Schweinsteiger, Lahm, Mertesacker e Podolski. Mas é na adversidade que se constroem grandes campeões! Esses e outros amadureceram, analisaram as lições aprendidas, riscos e recursos humanos. Além disso, a Alemanha estudou detalhadamente o time do Brasil por meio de uma enorme base de dados compilada, nos últimos dois anos, por 50 estudantes da universidade de esportes de Colônia. A partir desse estudo foi montado o plano de jogo, no qual o Brasil se tornou presa fácil. Percebeu as fortes relações entre a trajetória alemã e a cronologia de um projeto?

Tanto o Brasil quanto a Alemanha tinham projetos para serem campeões da Copa 2014. Porém, a Alemanha mostrou que se planejou e executou melhor seu projeto, além de possuir melhores recursos humanos. Buscar conhecimento e manter o foco, é uma grande receita para o sucesso. Quer conhecer a melhor jogada para suas conquistas? Participe do Cubo do Conhecimento: uma plataforma de eventos sobre Gerenciamento de Projetos que ocorrem frequentemente no Rio de Janeiro e São Paulo. Essa plataforma tem por objetivo ampliar, ainda mais, o desenvolvimento profissional de Gerenciamento de Projetos e TI, buscando atualizar e divulgar o conhecimento, através de palestras, workshops e webinars (que em alguns casos, podem gerar PDUs).

 

Confira a programação mensal:

Julho:

Novidades para Agosto:

  • Palestra: O exercício do planejamento e sua essencial contribuição para atingir os objetivos dos projetos – RJ
  • Palestra: Gerência de Riscos em Projetos de Tecnologia da Informação – RJ
  • Palestra: Gestão de Mudanças – O Fator Humano na Liderança e Projetos – SP.

Confira aqui a programação completa do Cubo do Conhecimento.

Apostando na atmosfera gerada pela Copa do Mundo, a Projectlab oferece ainda a promoção “Apostamos em você na Copa”, a qual dá direito a um cupom de R$200,00 de desconto para quem se inscrever nos cursos da Projectlab e IT Institute. Confira as condições e aproveite!

Apostamos em você na CopaEste post trata-se de um artigo patrocinado (publieditorial).

Autor:

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Pós-Graduado em Gestão de Projetos de Software pela Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe (FANESE) e Gestão e Liderança de Pessoas pela Universidade Tiradentes (UNIT). É certificado PMP pelo PMI, ITIL v3 Foundation pelo EXIN e COBIT 5 Foundation pela APMG. Possui experiência de 5 anos nas áreas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do setor público e privado. Atualmente trabalha no Banco do Estado de Sergipe (BANESE), onde já desenvolveu atividades de análise de processos e gerenciamento de projetos no Escritório de Gerenciamento de Demandas, Projetos, pertencentes à Área de Governança de TI. Dentre elas, destacam-se a gestão do projeto de implantação do PMO de TI e suporte no gerenciamento de outros projetos. Atualmente, exerce a função de gerente de projetos no PMO Corporativo do BANESE planejando e executando projetos estratégicos da organização. Ministrou aulas de Sistema de Gerenciamento de Projetos em cursos de MBA da FANESE. É membro do PMI-SE onde já atuou como voluntário em eventos, ministrando curso de Gestão do Tempo em Projetos. É proprietário e articulista do site "Gestão de Projetos Ágeis" www.danielettinger.com, onde divulga trabalhos pessoais na área de Gerenciamento de Projetos e Metodologias Ágeis como artigos, v

6 comentários em “A Alemanha e seus ensinamentos estratégicos

  1. Perplexos? Só quem não conhece os antecedentes, planejamento e determinação, A eliminação da seleção brasileira era a “Crônica de uma morte anunciada”. Do campeonato alemão só podem participar os clubes que têm Centro de Treinamento, Escola para os meninos iniciantes e que estejam com as finanças em dia. O resultado é presença de público ao redor de 94% aos espetáculos. Se não bastasse isso tudo a seleção alemã tem por base o Bayer München, (7 jogadores). E no Brasil como é que é? Um Campeonato sem público nos estádios, clubes desmotivados e endividados. Somente o menos eficiente dentre os jogares atua no país. O Técnico é o mesmo que levou o Palmeiras para a Segunda Divisão, o centro avante é titular de um clube que foi rebaixado para a Segunda Divisão e que só disputa a Primeira graças a manobras jurídicas e o goleiro disputa um inexpressivo campeonato num inexpressivo clube canadense e a concentração da seleção fica em Teresópolis cidade túmulo de idésias e iniciativas. Nas primeiras conquistas brasileiras (1958 e 1962) os jogadores atuavam no país e a base era o Santos com alguns do Botafogo. Isto significa que jogavam juntos.

    Curtir

  2. Parabéns pelo post, Daniel! É essa analogia que todos nós, profissionais de gerenciamento de projetos deveríamos aplicar constantemente, não somente no ambiente corporativo, mas como também em nosso dia-a-dia… Principalmente em nossos Projetos de Vida.
    Um abraço!

    Curtir

  3. Daniel, ótimo! Fiquei admirado com o seu ponto de vista sobre nossa histórica derrota contra os alemães. Uma análise que pode servir como lições aprendidas para os projetos e para a vida. E certamente conhecimento é algo que precisamos sempre! Abs,

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s