Publicado em Gerenciamento de Partes Interessadas, Publieditorial

Stakeholders e sua influência nos projetos e negócios

projectlab_stakeholder_management_pactio_prendo_ettingerOrganizações são geridas por meio de processos de negócios, os quais podem ser alavancados pela construção de um bom planejamento estratégico que direcione as ações a serem tomadas em busca de objetivos que agreguem valor à organização. Projetos nada mais são do que a materialização desse planejamento estratégico através de atividades planejadas e relacionadas logicamente para construir um produto, disponibilizar um serviço ou resultado desejável.

Segundo o Project Management Institute, stakeholders são “pessoas e empresas, como clientes, patrocinadores, organizações executoras e o público, que estejam ativamente envolvidas no projeto ou cujos interesses possam ser afetados de forma positiva ou negativa pela execução ou término do projeto”. Eles podem exercer influência sobre os objetivos e resultados do projeto, pois sua influência é vital para o sucesso ou fracasso do mesmo. Sendo assim, é preciso mapear os perfis, determinar suas necessidades e expectativas, bem como, gerenciar sua influência dando um maior enfoque aos stakeholders que possuem maior interesse e poder decisório.

Todavia é fundamental não ignorar a importância de nenhuma parte interessada, mesmo que ela possua baixo nível de poder e interesse. Sabemos que a união faz a força e muitos stakeholders “fracos”, quando unidos e coesos, constroem uma aliança com forte influência sobre o resultado do projeto.

A dúvida que surge é como buscar a satisfação balanceada das partes interessadas? Um caminho viável é capacitar a equipe de projeto. Assim, recomendo o curso de Gerenciamento de Stakeholders da Projectlab, o qual apresenta um método avançado que visa desenvolver as habilidades do profissional, através de uma aprendizagem acelerada baseada na experiência. O Simulador “PACTIO” utilizado é baseado em um sofisticado modelo de comportamento humano, validado por acadêmicos, especialistas das indústrias e centenas de gerentes de projetos. Você pode encontrar maiores informações nesse link.

banner-case-2

Este post trata-se de um artigo patrocinado (publieditorial).

Autor:

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Pós-Graduado em Gestão de Projetos de Software pela Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe (FANESE) e Gestão e Liderança de Pessoas pela Universidade Tiradentes (UNIT). É certificado PMP pelo PMI, ITIL v3 Foundation pelo EXIN e COBIT 5 Foundation pela APMG. Possui experiência de 5 anos nas áreas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do setor público e privado. Atualmente trabalha no Banco do Estado de Sergipe (BANESE), onde já desenvolveu atividades de análise de processos e gerenciamento de projetos no Escritório de Gerenciamento de Demandas, Projetos, pertencentes à Área de Governança de TI. Dentre elas, destacam-se a gestão do projeto de implantação do PMO de TI e suporte no gerenciamento de outros projetos. Atualmente, exerce a função de gerente de projetos no PMO Corporativo do BANESE planejando e executando projetos estratégicos da organização. Ministrou aulas de Sistema de Gerenciamento de Projetos em cursos de MBA da FANESE. É membro do PMI-SE onde já atuou como voluntário em eventos, ministrando curso de Gestão do Tempo em Projetos. É proprietário e articulista do site "Gestão de Projetos Ágeis" www.danielettinger.com, onde divulga trabalhos pessoais na área de Gerenciamento de Projetos e Metodologias Ágeis como artigos, v

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s