Reuniões de Acompanhamento do Projeto

RAP

Provavelmente, você já deve ter se deparado com uma situação semelhante em um projeto do qual você fez parte da equipe. Esse problema pode ser evitado com a realização periódica de reuniões de acompanhamento do projeto. Tal evento é uma importante ferramenta para monitorar o progresso das tarefas, identificar potenciais problemas, propor soluções e planejar o trabalho até a próxima reunião. Preferencialmente, devem ser realizadas semanalmente, com duração aproximada de 30 minutos, e responder às seguintes questões:

  • O que planejamos realizar desde a última reunião?
  • Qual o progresso das atividades planejadas?
  • Quais os problemas estão impactando nas entregas e como solucioná-los?
  • Qual é o trabalho a ser realizado até a próxima reunião?

Essas perguntas devem ser respondidas pela equipe do projeto, sendo o gerente do projeto apenas um facilitador que monitore o tempo e a participação de todos os presentes. Para tanto, ele deve se planejar antecipadamente, definindo a pauta (perguntas acima), selecionando os participantes e convidando, e compilando as informações necessárias para rápido acesso. O gerente do projeto pode produzir a ata ou delegar a algum membro da equipe de gerenciamento, cabendo a esse registrar as principais decisões e ações acompanhadas de seu responsável e data-alvo. Dessa forma, a equipe terá pleno conhecimento da sua responsabilidade, tendo metas a serem cumpridas.

Após a reunião, o gerente do projeto deve enviar a ata para todos os participantes, solicitando validação quanto a seu conteúdo. Assim, cria-se um acordo entre o GP e a equipe visando monitorar o trabalho planejado e comunicar o progresso ou quaisquer desvios identificados. Esse trabalho contínuo possui efeitos bastante positivos no projeto, onde problemas potenciais podem ser identificados com antecedência e ações corretivas ou soluções de contorno podem ser realizadas num menor intervalo de tempo, reduzindo custos e atrasos no projeto.

Anúncios

Sobre danielettinger

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Pós-Graduado em Gestão de Projetos de Software pela Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe (FANESE). É certificado CAPM® pelo PMI, ITIL® v3 Foundation pelo EXIN e COBIT® 5 Foundation pela APMG. Possui experiência de 5 anos nas áreas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do setor público e privado. Atualmente trabalha no Banco do Estado de Sergipe (BANESE), onde já desenvolveu atividades de análise de processos e gerenciamento de projetos no Escritório de Gerenciamento de Demandas e Projetos e Grupo de Processos, pertencentes à Área de Governança de TI. Dentre elas, destacam-se a gestão do projeto de implantação do PMO de TI e suporte no gerenciamento de projetos de TI. Nos dias de hoje, atua como gerente de projetos do PMO Corporativo do BANESE. Ministra aulas de Sistema de Gerenciamento de Projetos em cursos de MBA da FANESE. Participou como voluntário em eventos do PMI ministrando curso de Gestão do Tempo em Projetos. É proprietário e articulista do site “Gestão de Projetos Ágeis” www.danielettinger.com, onde divulga trabalhos pessoais na área de Gerenciamento de Projetos e Metodologias Ágeis como artigos, vídeo-aulas, pesquisas, eventos, templates, tutoriais e dicas fomentando o interesse e o desenvolvimento dessas áreas.

Publicado em 23/04/2017, em Comunicações, Gerenciamento de Projetos, Recursos Humanos e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s