Publicado em Metodologias Ágeis, Publieditorial

O crescimento das metodologias ágeis nas organizações

No mundo globalizado, as organizações, dos mais diversos setores de atuação, vem adotando o uso das metodologias ágeis em seus processos de negócio. Pesquisas recentes (VersionOne, 2014) apontam que 94% das organizações pesquisadas praticam ágil. Os dados anuais apontam um crescimento dessas práticas nas organizações, o que demonstra uma tendência de crescimento que pode se expandir.

Essa tendência não é exclusividade no setor privado. Órgãos governamentais como o Supremo Tribunal Federal (STF), o Tribunal Superior do Trabalho (TST), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e o Banco Central do Brasil (BACEN) estão contratando empresas que desenvolvam produtos apoiando-se em conceitos e técnicas ágeis, e assim entreguem valor mais rapidamente ao cliente.

Tudo isso pode ser justificado através de resultados obtidos em uma pesquisa periódica realizada pela empresa Standish Group, que aponta em seu relatório, CHAOS Manifesto, mais vantagens na utilização do ágil do que projetos apoiados em metodologias tradicionais (PMBOK, PRINCE 2, MPS-BR, etc). Os dados podem ser vistos logo abaixo, onde fica claro o maior índice de sucesso dos projetos que utilizaram metodologias ágeis.

 

Mudanças rápidas são comuns no mercado globalizado, pois a economia pode sofrer repentinamente uma nova tomada de rumo. Como o desenvolvimento ágil se adapta mais facilmente às mudanças do que os métodos tradicionais (cascata), ele ganha força e maior penetração nas empresas. Suas entregas são feitas de forma iterativa e incremental. Dessa forma, as validações são frequentes e detecção de problemas pode ser feita com mais antecipação, reduzindo as perdas de custo e tempo.

Deseja conhecer mais a fundo os princípios ágeis que irão ajudar a tornar o trabalho em sua empresa mais rápido e eficaz? Então não perca tempo e inscreva-se no curso Fundamentos em Métodos Ágeis da Projectlab. Aprenda novas técnicas e abordagens em um ambiente lúdico que estimula a absorção do conhecimento.

Este post trata-se de um publieditorial.
Publicado em Metodologias Ágeis, Publieditorial

Aplicando Lean para aumentar a agilidade

Lean é uma palavra da língua inglesa utilizada para designar algo “esguio” ou ainda improdutivo. Em linhas de montagem manufaturadas, trata-se de um método de organizar os negócios com o objetivo de eliminar ou reduzir fortemente as perdas nos processos. As perdas, por sua vez, são vistas como tudo aquilo que não agrega valor ao negócio. Dessa forma, o Lean procura dedicar esforços exclusivamente em atividades produtivas que gerem valor a todos os envolvidos no processo.

Esse conceito foi desenvolvido pela Toyota, em seu sistema de produção, que visava eliminar o desperdício de recursos, minimizando as perdas e maximizando os resultados de toda a cadeia. Alguns exemplos podem ilustrar facilmente as perdas pelas quais as empresas passam diariamente: contratos empilhados aguardando revisão e assinatura, produtos “presos” nos postos da polícia federal aguardando liberação de saída, estoque armazenado em grandes galpões e sem destino definido, dificuldade em localizar uma informação nos ativos da empresa, etc.

É importante ressaltar que existem alguns cuidados que devem ser tomados durante o processo de transformação da organização em Lean, a saber:

  • Não deve ser utilizada apenas no sistema de produção manufaturado, e sim em toda a organização e ao longo de sua cadeia de suprimento;
  • Sua aplicação deve estar ligada às necessidades de negócio da empresa, associando os ganhos da técnica à estratégia empresarial;
  • A mudança cultural se faz necessária visto que não basta implementar novas regras. É preciso mudar a forma de pensar da equipe e quebrar o paradigma atual da cadeia produtiva;

Não basta estudar os processos da organização em busca das perdas, é preciso participar diariamente deles, acompanhar seus fluxos e identificar os desperdícios. Alguns processos aparentemente são perfeitos no papel, porém a execução real pode apresentar falhas que não foram inicialmente previstas. Dessa forma, é preciso viver o dia-a-dia das equipes para que as avaliações dos processos sejam as mais acuradas possíveis.

Deseja conhecer mais a fundo essa ótima ferramenta e os princípios ágeis que irão ajudar a tornar o trabalho em sua empresa mais rápido e eficaz? Então não perca tempo e inscreva-se no curso Fundamentos em Métodos Ágeis da Projectlab. Aprenda novas técnicas e abordagens em um ambiente lúdico que estimula a absorção do conhecimento.

Este post trata-se de um publieditorial.